sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Domingo,com as abelhas.

No último domingo,eu fui visitar,meu amigo Tadeu Leite,que é um criador de uruçu(melípona scutellaris),em uma bela praia daqui de João Pessoa.



Cheguei em sua residência,pela manhã,e já o encontrei em meio as caixas e ao movimento das abelhas campeiras.

O Tadeu,é professor universitário(aposentado)e fez da meliponicultura uma verdadeira paixão,é muito bom ver como ele trata as abelhas,com tanto cuidado,amor,responsabilidade e acima de tudo respeito,pois ele só realiza uma divisão,quando a colônia está muito forte,e não terá grandes dificuldades em se recuperar,outra coisa que chama a atenção,é o fato de sempre receber propostas para vender alguma colônia,mas ele nem pensa nisso,ele pode até fazer alguma doação(se souber que a pessoa que vai levar as abelhas,terá o mesmo cuidado e amor que ele tem,por elas).


Essa foi a segunda vez que visitei seu belo e organizado meliponário,aproveitei a visita,para fazer a transferência de uma mirim,para uma caixa nova.
Também realizamos algumas divisões de scutellaris,que estavam muito fortes.


(Eu,fazendo a transferência de uma mirim)


(Caixa,nova e a caixa velha,ao lado...)

Passamos o dia entre as abelhas,boas conversas,um bom aperitivo,rsrs,afinal ,como todo bom nordestino,nós apreciamos uma branquinha(de boa qualidade).

Após esse dia maravilhoso,o amigo Tadeu,me surpreendeu com um presente inesquecível:uma bela colônia de uruçu, e uma caixa racional(nova),para que eu faça a divisão e comece a criação de mais essa espécie.


(Colônia,que ganhei de presente.)


(Caixa nova,também presente de Tadeu.)

Ele me incentivou muito,para que eu transforme essa minha paixão, em um negócio,pois não existe nada melhor que trabalhar com aquilo que gostamos,nisso,ele tem toda razão.

Pretendo,aos poucos ir botando esse plano em prática,embora saiba que as coisas não são tão fáceis,mas vale a pena enfrentar,principalmente,quando acreditamos naquilo que estamos fazendo.

Tadeu,deve ter mais de cinquenta colônias de melípona scutellaris,além de algumas mirins,e ainda esse ano estará com umas cem uruçus,pois ele mora em uma área,que tem mata atlântica,uma bela área de mangue,além de muitas árvores frutíferas,e suas abelhas estão se dando muito bem nesse local.

Realmente,esse domingo foi um dos melhores que passei,nos últimos tempos.

Um abraço.
Paulo Romero.
Meliponário Braz.
João Pessoa,PB.
Postar um comentário