sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Preservação da caatinga e das abelhas nativas.

Será que nós devemos desistir dos nossos sonhos,se eles parecem impossíveis de serem alcançados??

Sinceramente,eu acho que não.Mas sei que temos que tocar a vida em frente.Sempre tentando realizar os nossos sonhos,mas tendo que conviver com a realidade.

Nos últimos tempos,eu tenho sido chamado de sonhador,ingênuo,louco,etc.,por achar que é possível se viver bem,no semiárido nordestino,com aquilo que a própria natureza nos oferece.Esse é um dos meus sonhos.



Acontece que se criou,em nossa região,uma cultura onde só se deve criar gado,cabras ou ovelhas,o resto é perder tempo e dinheiro.

Não tenho nada contra as vacas(eu crio algumas),nem as cabras e ovelhas,mas apenas acho que existem muitas outras formas de se investir e ter um bom retorno financeiro,sem prejudicar a nossa tão ameaçada caatinga.

Entre essas alternativas,está a criação racional de abelhas nativas,que já estão ficando um pouco mais conhecidas(embora sendo nativas as pessoas nunca deram o devido valor,muitas nem sabem de sua existência,por isso,várias espécies já se encontram em extinção);a criação de peixes em tanque rede;criação de galinhas caipiras;produção de verduras,através do uso da hidroponia,etc.

Eu venho à algum tempo,tentando mudar o modo como as pessoas do “meu cariri”paraibano,veem essas alternativas,mas essa tarefa não tem sido nada fácil,afinal para se mudar a cultura de um povo,se leva tempo,paciência e muita perseverança.



Quantas vezes,ao falar sobre a criação de abelhas nativas,eu fui chamado de sonhador,pois algumas pessoas acham que temos que continuar investindo nas mesmas coisas,e sofrendo com a seca.



Quando eu percebia que alguém se interessava pelo assunto,eu aproveitava e tentava convencer.Falando dos casos de sucesso,nessa atividade,da importância para a nossa caatinga,afinal as plantas dependem das abelhas (e de outros insetos),para se multiplicarem.

Felizmente,esse meu trabalho quase solitário(em minha região), está sendo aos poucos entendido por algumas pessoas,que já acreditam na viabilidade econômica e na importância ecológica dessa atividade.



Claro,que as outras atividades que citei,também são bastante viáveis para nossa região;porque o mais importante é a diversificação das atividades,só assim,teremos um bom retorno financeiro.

Espero que esses meus sonhos de menino do interior,se tornem realidade,afinal tenho feito minha parte.

Um abraço.
Paulo Romero.
Meliponário Braz.
João Pessoa,PB.
Postar um comentário