quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Divulgando a meliponicultura.



Mesmo estando um pouco afastado do assunto”Abelhas nativas”,eu continuo divulgando,apoiando e praticando a meliponicultura(criação racional de abelhas nativas),e recentemente fui questionado por email,por uma pessoa que não cria abelhas nativas,mas quer ajudar a salvá-las da extinção,E queria saber de que forma,poderia contribuir para isso?

                  Muda de imburana de cambão.
                                     
Ao  responder-lhe o email,eu fiz questão de dizer,que gestos simples,podem ajudar,não só as abelhas nativas,mas toda a natureza.

1º-Proteja as árvores nativas de sua região,seja ela:caatinga,cerrado,mata atlântica,floresta amazônica,etc.,pois elas são imprescindíveis para as abelhas nativas;fornecendo-lhes,alimento,moradia,etc.;


2º-Não compre abelhas e/ou mel de pessoas,que você sabe que pratica a meliponicultura predatória(aquela,onde só se quer o lucro financeiro,retirando-se as abelhas e o mel,da natureza de forma destrutiva e danosa ao meio ambiente);

3º-Denuncie,aos órgãos ambientais,qualquer crime contra o meio ambiente,que você presenciar,pois mesmo se esses criminosos não forem punidos;sua atitude servirá de exemplo para outras pessoas;

4º-Procure conhecer,estudar e ter contato com as abelhas nativas,pois depois desse primeiro contato,será quase impossível não se apaixonar por elas e se tornar um meliponicultor.

Colônia matriz de uruçu(Melípona scutellaris).

Mesmo,se você morar na cidade,poderá criar as abelhas nativas,pois elas são bem rústicas,mansas,produtivas e fáceis de manejar.


Colônia matriz de abelhas jandaíra(Melípona subnitida),em meliponário urbano.

5º-Se você já se apaixonou pelas abelhas sem ferrão;procure aprender na prática, o manejo da espécie que deseja criar,pois isso poderá ser a diferença entre uma atividade relaxante e prazerosa e uma experiência frustrante,por falta de experiência.

Procure em sua região,conhecer um meliponicultor(te garanto que você será muito bem recebido,por “ele”),pois esse(além da colocação de iscas),são os meios mais seguros de se iniciar uma criação racional de abelhas nativas,afinal;com a divulgação,com informações e com o apoio de todos,as abelhas nativas continuarão sendo manejadas racionalmente,e também se manterão em seu estado natural,nos locais onde ainda seja possível essa permanência.

Abraço.
Paulo Braz.
Meliponário Braz.


Postar um comentário