sábado, 8 de dezembro de 2012

Um dia entre amigos e abelhas.



Amigos!


No último sábado(24 de novembro de 2012),eu estive mais uma vez em Igarassu,PE,na propriedade do amigo Francisco das Chagas,ou simplesmente Chagas,como gosta de ser chamado.

Nessa viagem,estavam alunos do curso de Ciências agrárias,da UFPB(Universidade Federal da Paraíba),meliponicultores,além de um zootecnista e admirador das nossas abelhas nativas(E que foi o responsável pela ida dessa turma,ao meliponário de Chagas).


Foi um dia de muitas descobertas,para aqueles que estão iniciando nessa bela atividade;mas também de muitas trocas de experiências,entre todos nós.

O amigo Chagas acolheu a nossa turma,com a simpatia e a simplicidade,que lhe são peculiares.

A estrela do meliponário de Chagas,é a urucu nordestina(Melípona scutellaris),pelo número de colônias que ele possui,mas ele mantem diversas espécies de abelhas nativas.Ele também realiza pesquisas com a urucu do chão(Melípona quinquefasciata),que é uma das abelhas mais ameaçadas de extinção,do país;e que ele considera seu “xodó”.




A rara Melípona quinquefasciata (Uruçu do chão).

Após esse dia maravilhoso,entre as abelhas nativas e os meliponicultores;nos despedimos do mestre das urucus e aumentamos ainda mais o nosso amor e respeito pelas abelhas nativas.



Ainda fomos presenteados,com uma “branquinha”,que foi produzida pelo próprio Chagas;e que é uma raridade,como algumas de suas abelhas.




Essa é uma daquelas viagens,que recarregam as nossas forças e que nos mostra que estamos no caminho certo.

Até breve.

Abraço.
Paulo Romero.
Meliponário Braz.
Postar um comentário