quarta-feira, 20 de março de 2013

O futuro da meliponicultura.

Amigos!



A meliponicultura,(Criação racional de abelhas nativas)deve ser tratada como uma atividade econômica,viável e ecologicamente correta.Só assim poderemos desenvolver o setor e conseguir respeito e apoio de todos os setores da sociedade.

Para o desenvolvimento dessa atividade,devemos procurar sempre mais informações e realizar experiências com as nossas abelhas nativas.Dentre alguns temas para  essas experiências,podemos citar:

-Qual é o melhor modelo de caixa racional,para cada espécie?
-Quais plantas devem ser cultivadas,para aumentar a produtividade dessas abelhas?
-Quais as espécies mais produtivas,em cada região?
-Quais são os melhores métodos de multiplicação de colônias?
-Onde conseguir as primeiras colônias?
-Onde adquirir conhecimento a respeito da meliponicultura?
-Como montar seu meliponário?

Diante de todas essas perguntas,devemos ter sempre cautela ao respondê-las;pois não existe uma verdade absoluta...O que é bom para mim,pode não ser para outro meliponicultor e vice-versa.

Sempre estou realizando pesquisas com as abelhas nativas(Mesmo sem cunho científico,ainda),e muitas vezes me surpreendo com algumas colônias;que mesmo estando no mesmo ambiente, destaca-se das demais,em produtividade,número e tamanho dos “discos de crias”,rusticidade,adaptação à diferentes ambientes e por manter um formato do ninho padrão ...,Talvez por questões genéticas,elas sejam “superiores”às demais.

Essas famílias,consideradas “padrões”(para à espécie),devem ser multiplicadas e acompanhadas,com um manejo adequado,para que esse melhoramento genético continue à acontecer no meliponário;trazendo melhorias significativas para o meliponicultor e para todo o meio ambiente.

Assim;cada um fazendo a sua parte,para o engrandecimento da meliponicultura,poderemos sonhar com um futuro promissor para a atividade.


Abraço.
Paulo Romero.
Meliponário Braz.




Postar um comentário