domingo, 24 de fevereiro de 2019

Os diferentes formatos de entradas, das colônias de abelhas nativas.



As abelhas nativas se utilizam de diversas técnicas, para “enfeitarem” a sua moradia, e a entrada da colônia, geralmente utilizando resinas de plantas e/ou geoprópolis.

Entrada da abelha partamona seridoensis.

Entrada de abelhas mirins.



De modo geral, as melíponas são as que gostam de “enfeitar” a entrada, utilizando geoprópolis. Essas formas,de esculturas,construídas na entrada/saída da Colônia,ajuda na identificação da família,além de facilitar os voos e os pousos.

Entrada de abelha urucu nordestina


Entrada da abelha jandaira.

Entrada de abelha partamona helleri.

A maioria das espécies de abelhas nativas depositam resinas de plantas, na parte externa da moradia/caixa racional.

Essa prática, ajuda na demarcação da caixa, além de servir como forma de demonstrar a força da colônia.


É um espetáculo, contemplar as belezas de esculturas, projetadas pelas abelhas nativas, sejam em suas entradas/saídas, sejam nos formatos de seus “ninhos”.

Entrada de abelhas Frieseomelittas.


Entrada de abelha canudo .

Um abraço!
Paulo Romero.
Meliponário Braz.
João Pessoa,PB.





Nenhum comentário: