quarta-feira, 17 de julho de 2013

A meliponicultura gerando renda.

Amigos .


A meliponicultura (criação racional de abelhas nativas),deve ser encarada como um negócio lucrativo,ecologicamente correto (Se praticada da forma racional)e sustentável.

Além do lucro,que a meliponicultura permite obter com a venda do mel,a venda de colônias e o seu uso para a educação ambiental e o turismo;o serviço de polinização das matas é um grande atrativo para que essa importante atividade seja divulgada,apoiada e defendida pelos poderes públicos e por todos aqueles que desejam um futuro com mais verde,e conseqüentemente com uma melhor qualidade de vida.


Por exemplo,a abelha urucu nordestina (Melípona scutellaris),é uma das abelhas mais importantes para a meliponicultura nordestina e brasileira,por ser ótima produtora de mel e a principal polinizadora das espécies florais da mata Atlântica,por isso já é criada com sucesso em diversos estados do país.
Essa abelha se mostra bem adaptada a criação racional,e é considerada uma das mais promissoras para a multiplicação de colônias.



Conforme relata “Villas-Bôas “2010,que estudou essa abelha e constatou que ,se bem manejadas,essas abelhas podem produzir até oito novas famílias,por ano;a partir de uma única família.


                              Anexo,da pesquisa de Jerônimo Villas Bôas,João Pessoa 2010.

Com base nessa pesquisa,(E tendo um bom conhecimento do manejo dessa abelha)a criação de urucus nordestinas,torna-se uma ótima alternativa de negócio,que poderá ser desenvolvido por pessoas que querem iniciar uma atividade    promissora,inovadora,lucrativa e muito prazerosa.

O valor de uma colônia de abelhas urucus nordestinas,em caixa racional modelo F.O.(Fernando Oliveira)é,em média R$350,00 e esse investimento inicial é recuperado rapidamente (Desde que o criador tenha os cuidados necessários para o desenvolvimento da colônia,e realize as multiplicações,conforme o recomendado).



O sucesso da criação depende da habilidade do criador em manejar corretamente as abelhas e dos cuidados e revisões necessária para o bom “andamento”da criação.
Conheçam,estudem,divulguem e apoiem a meliponicultura! A natureza agradece.

Abraço.
Paulo Romero.
Meliponário Braz.


Postar um comentário