domingo, 23 de abril de 2017

A maior seca da história do semiárido paraibano!



Amigos desculpem-me por estar ausente do blog!

Como já mencionado em algumas postagens anteriores, estamos atravessando a maior estiagem da nossa história... Já estamos no 6º ano, sem chuvas regulares, e até as plantas e os animais silvestres,desse boma,que são adaptadas à essa realidade, estão morrendo por falta das chuvas...Marmeleiros,juremas e até os “imbuzeiros sagrados”,não conseguem resistir à tão grande estiagem!

As nossas abelhas nativas,assim como os demais animais, infelizmente  também sofrem pela falta das floradas... E, muitas delas já estão definhando.


Para garantir o mínimo de flores, eu realizo o plantio de espécies que respondem bem à irrigação (Por gotejamento, que é uma das mais eficientes).


Os cactos mandacarus (sem espinhos), o mutre, a moringa, a maniçoba... Garantem as flores para que as abelhas nativas permaneçam em atividade e consigam estocar alimento.




Mandacaru sem espinhos e Moringa.





Isso é necessário para garantir o mínimo da nossa biodiversidade.



E continuamos na luta diária, para garantir uma boa convivência com os nosso semiárido!!

Abraço a todos!
Paulo Romero.
Meliponário Braz.
João Pessoa, PB.






Postar um comentário